Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008

nem sei que chamar a isto




ontem...
parque de estacionamento subterrâneo do continente do seixal...


um amigo meu sai do carro a fumar, acompanhado pela irmã...
ouvem grande alarido com uma buzina, mas, não ligam...
momentos depois, já quase a chegar à entrada para o hiper...

 já ele ia para apagar o cigarro...

 vem um segurança apressado numa scooter.

célere, interpela-o, dizendo:


- o senhor está numa área em que é proibido fumar... é favor apagar o cigarro ou terei de o multar.

fazendo a "cara de mau nº3".



há algo de muito parecido entre mim e os meus amigos :

é que, quando nos dizem coisas deste género, por alguma razão, apetece-nos "desobedecer".


o meu amigo não fazia realmente ideia que nos parques subterrâneos também é proibido fumar...

o que, como é óbvio, pode realmente comprometer a pureza do ar.

não lhe ocorreu que a tal "buzinadela infernal" que ouvira (algo que se pode designar como "poluição sonora" num ambiente como aquele)... era de um cidadão exemplar e preocupado com a saúde pública que o viu atravessar uma das ruas a fumar e que... munido da sua mais recente "razão adquirida" procurou de imediato um segurança para se queixar.

o meu amigo diz (e eu acredito) que, no momento em que é interpelado pelo segurança estava até "de bracinho estendido" (sic) para o cinzeiro, que ainda ali se encontrava colocado... o que, para ele, tinha toda a lógica... para se apagarem os cigarros antes de subir ao hiper no piso superior.

o meu amigo entendeu e agradeceu o aviso por parte do senhor segurança em como estava, afinal, numa área "livre de fumo"...
de fumo... do tabaco, entenda-se.

o meu amigo, pelo facto de que "estava até de bracinho estendido para o cinzeiro", não entendeu a necessidade de se dizer "é favor apagar o cigarro" - pois não há lógica em pedir a alguém que faça aquilo que ela, inequivocamente, VAI ou está a fazer !
e explicou isso ao senhor segurança enquanto aproveitava uma última "passa"...

o meu amigo sentiu-se no direito de se rir na "cara de mau nº3" do referido senhor segurança quanto à última parte do aviso : "ou terei de o multar".
pois já não basta muitos seguranças julgarem-se polícias... agora julgam-se também ou em alternativa, fiscais da ASAE com "poderes" para multar.

o meu amigo, que por acaso é pessoa muito calma e civilizada, tratou de explicar ao senhor segurança que... lhe agradecia o aviso (pois realmente não sabia e não quer ser infractor) mas que, realmente e naquele caso, o zelo do senhor segurança deveria ficar-se simplesmente por isso... pois o resto, era uma parte desnecessária e a outra parte aparentava ser usurpação de poderes.

o meu amigo acha que o senhor segurança não percebeu esta última parte...



chamem-me de chato para cima...

chamem-me o que quiserem...

"gabo a paciência" de quem buzine e vá "à procura" de um segurança por uma coisa assim.
que noutra ocasião e muito provavelmente nem pára o carro para deixar passar alguém com o carro de compras porque "tem de se despachar"...

"gabo o zelo" destes seguranças bem mandados, com tanta pressa em "fazer cumprir leis". que correm (sim, correm) para as pessoas ANTES que elas apaguem o cigarro para poderem dar a sua "ordem de comando".
que... foda-se... se calham a atrasarem-se alguns segundos já não o poderiam fazer, arriscando-se a ficarem sem esse alto momento de "realização profissional"...

"acho piada" a essas "caras de mau nº3", como se estivessem a lidar com um perigoso criminoso a quem têm de impor "respeito"... o que é em si uma falácia... pois que se assim fosse realmente, muito provavelmente não intervinham.

e ainda se pergunta onde estão os exemplos de "radicalismo" e de "fundamentalismo" ?!?

e ainda se pergunta "porque é que um não fumador defende tanto os fumadores" ?!?

que os desavisados abram os olhos.
que os hipócritas vão "pró caralho".
que criticarei sempre os defensores da mediocridade.
pois que, se este país está na merda em que está... é por culpa deles !


olhem à vossa volta...
pessoas em desespero... porque as despedem arbitrariamente... porque patrões fecham fábricas e desaparecem incólumes e sem prestarem contas das suas obrigações... porque têm casas construídas com sacrifício de uma vida em vias de serem demolidas para "deixarem passar" um TGV em que não terão dinheiro para viajar... porque estão doentes, precisam de um serviço de urgência e não a têm... porque por terem medo, fundamentado, de ficarem sujeitas a doenças graves e disso protestarem, sofrem chantagens de cortes de energia e aumentos de factura... enquanto...
na primeira página de alguns jornais, a "notícia" mais realçada foi sobre um gajo que foi multado por fumar num café de Elvas.


estou ainda mais "porco" do que ontem, que querem ?!?


a polícia "calcula" quem tenham sido os quatro indivíduos que sovaram e ameaçaram com faca o meu irmão, a quem roubaram relógio, carteira, telemóvel e a quem tentaram roubar o automóvel... a polícia "calcula"... a polícia "crê mesmo"... a polícia até "sabe quem eles são"...  "que são aqueles indivíduos porque já houveram mais assaltos assim, naquela mesma zona, feitos daquela forma, mas... é "muito complicado... são menores sabe ?... é difícil apanhá-los sabe ?... escondem-se 'naqueles bairros'... está tudo muito bem organizado... ficam protegidos está a ver ?... há cães... há bufos... há armas... há represálias... há... há..."


há (à) merda !!!!


há tanto zelo em CASTIGAR, em MULTAR sem desagravo o "cidadão infractor" que anda com um farol de médios fundido... ao mesmo tempo que há tanta permissividade medíocre e cobarde para com criminosos... é o que há, por exemplo !


a base é a mesma !!!

fazer tudo pelo mais fácil !  castigar quem é fácil de castigar, prender quem é fácil de prender, descriminar é fácil, proibir é fácil, prevenir não é fácil, educar não é fácil, ao poder só interessa a chefia fácil, o cidadão fácil, porque o medíocre nada mais sabe fazer senão o que é fácil, porque ser medíocre é fácil !



abram os olhos, por favor...

até depois de amanhã...



publicado por sextrip às 14:42
link do post | comenta a Trip | adicionar aos escolhidos
|
102 comentários:
De Bichana a 10 de Janeiro de 2008 às 17:00
EXCELENTE POST, CLAP CLAP, CLAP!
Dos melhores que já li na blogesfera!
Parabéns pela VERDADE! Adoooooorei!


De sextrip a 13 de Janeiro de 2008 às 16:06
a "verdade" é, na maioria das vezes, uma coisa subjectiva.
porque, na maioria das vezes, é a "nossa verdade" e não algo em absoluto aquilo que vemos.
porém e infelizmente parece-me que isto...

"fazer tudo pelo mais fácil ! castigar quem é fácil de castigar, prender quem é fácil de prender, descriminar é fácil, proibir é fácil, prevenir não é fácil, educar não é fácil, ao poder só interessa a chefia fácil, o cidadão fácil, porque o medíocre nada mais sabe fazer senão o que é fácil, porque ser medíocre é fácil !"

... se vai tornando uma verdade absoluta neste país.


De camoes_e_eu a 10 de Janeiro de 2008 às 17:21
O meu carro foi assaltado á uns dias e achei imensa piada quando um Sr.º Agente me disse: ah e tal nesta zona é normal isso acontecer (agora ser assaltado é normal), e depois continuou o discurso perguntando-me a que horas eu tinha lá estacionado, ao que eu repondi que tinha sido de madrugada, a resposta dele foi ainda melhor: a menina estaciona aqui sozinha de madrugada? Mas um dia ainda lhe acontece alguma coisa!!!!
Acham normal este tipo de conversa? Eu ainda lhe disse: para não me acontecer nada é que vocês existem não?
Depois de mais uma resposta absurda limitei-me apresentar a queixa crime contra desconhecidos e a fazer tudo como deve de ser apesar de saber que não dá em nada...
Enfim....
bjs e lambidelas
P.s.: que falta me fez o Camões nessa madrugada...


De sextrip a 13 de Janeiro de 2008 às 16:18
o meu irmão está a lidar mal com isso mesmo.
"mal habituado" que está a não ter qualquer contacto com as polícias e sendo a primeira vez que é assaltado, está quase tão revoltado com o que lhe dizem os agentes quanto com o assalto.
diz ele e eu compreendo-o perfeitamente que: lhe digam das limitações no combate ao crime que ele compreenderá (muito a custo mas, compreende)... mas que, muito subtilmente se desmotivem as pessoas de exigir justiça e quase se dê a entender que "quem anda à chuva, molha-se", não compreende nem aceita.

ele não sabia (nem "tem que saber") que o local onde tinha o carro estacionado tem um... "historial de assaltos", conforme lhe disseram.
e na opinião dele, o local deveria era ter um "historial de combate ao crime".
mas segundo parece... isso é ser "utópico" neste país.


De Bolota a 10 de Janeiro de 2008 às 19:45
Querido tio,
Andas muito porco para meu gosto.
Eu sei que é muita porcaria junta...mas acredito que conseguimos melhorar..
Gente mesquinha, mau carácter etc. haverá sempre, o pior realmente é estar sob a alçada de uma má governação.
É por essas e por outras que quando vender uma catrefada se aquecedores vou comprar um lindo bar numa linda praia num lindo sitio para passar os dias de canga e chinelos a viver uma linda vida..


De sextrip a 13 de Janeiro de 2008 às 16:28
eu sei que "gente mesquinha, mau carácter" haverá sempre.
até considero que, muita vez, o adágio que diz "desprezo é o melhor" define a atitude mais indicada.
porém... também considero que, a partir de determinada altura, um outro adágio que diz que "quem cala, consente" entra em cena e compromete a nossa vida.

os medíocres, que tanto gostam de criticar sem sequer pensarem (é fácil), que sempre e só assim criticam, têm de ser (eles sim) criticados e as suas atitudes expostas !
quando não... ainda lhes será mais fácil chegarem a "governantes" e consequentemente fazerem essa má governação de que falas.

º

a tua sugestão do negócio de aquecedores de rua não é assim tão "apenas cómica" quanto isso.
se é verdade que muitos donos de cafés já se queixam de "quebras" de vendas que chegam aos 70%, então... invistam em toldos e corta ventos, senão em aquecedores desses, ao invés de acharem que os clientes "têm de se sujeitar" a ficarem "lá fora" como cães.
ou então, assumam-se como "não fumadores" a 100% e deixem-se de "queixinhas"...


De sextrip a 10 de Janeiro de 2008 às 23:09
lamento a "linguagem porca" mas... sou eu !

talvez porque nestes dias não seja a melhor companhia ou anfitrião por (momentaneamente) saturado que estou de quem... com a melhor e mais polida das linguagens me argumentar as maiores "porcarias" que se possam imaginar.

pelo que... vou "andar por fora uns dias".

beijos e abraços.


De Bolota a 11 de Janeiro de 2008 às 10:27
Lol, não estou chocada com a linguagem...Foi só um comentário à tua frase.. "estou ainda mais "porco" do que ontem"..
E claro que o post está muito bom..
E não gostamos de ti só bem disposto..


De estreladosul a 11 de Janeiro de 2008 às 00:02


Países do 3º mundo. txc txc
K havemos de fazer?

Abraço

Bom fim de semana

Mario Rodrigues


De sextrip a 13 de Janeiro de 2008 às 16:38
o que há "a fazer" é, no mínimo, discutir estas situações de forma objectiva e realista sempre que possível, porque... pelo menos cria aquilo que se designa por "consciência colectiva".
pode resultar ou não... mas sem o fazer, é de certeza o "não".
o que, entre outras coisas, dá às pessoas uma noção mais abrangente do que se passa ao seu redor e as prepara para se defenderem um pouco melhor quando situações similares lhes baterem à sua porta.

como disse Niemöller

Primeiro, levaram os judeus.
Mas não falei, por não ser judeu.
Depois, perseguiram os comunistas.
Nada disse então, por não ser comunista.
Em seguida, castigaram os sindicalistas.
Decidi não falar, por não ser sindicalista.
Mais tarde, foi a vez dos católicos.
Também me calei, por ser protestante.
Então, um dia, vieram buscar-me.
Mas, por essa altura, já não restava nenhuma voz
Que, em meu nome, se fizesse ouvir.

(infelizmente, muita gente vê nisto... apenas um poema)


De MissMe a 13 de Janeiro de 2008 às 17:19
" Ninguém comete erro maior do que não fazer nada porque só pode fazer pouco. "
( Edmundo Burke )

" Já que temos mesmo de "engolir", ao menos mostramos maus modos e fazemos barulho a mastigar. "
( MissMe )


De estreladosul a 13 de Janeiro de 2008 às 19:52


Pois tudo isso é muito bonito, meu amigo. Mas que podemos fazer quando os responsáveis, estão na mesma situação que nós. A desmoralização é "colectiva". O povo já não acredita em nada. Ora se não acreditamos, como havemos de levantar uma voz colectiva. Por incrivel que pareça, voltámos ao 24Abril. As ovelhas pastam, e os mourais conversam!!! E ainda por cima, há desejo constante(disfarçado) de abafar as Forças Armadas. Senão vejamos. O Aeroporto vai ser construido. Não vai pesar no orçamento do estado. O TGV está a caminho do nosso país. Tambem nao vai pesar no orçamento do estado. Mas os dois submarinos que vão chegar em 2010, ja hoje veio no jornal que vai dar um grande arromba no PIB. Por amor de Deus...
E isto ninguem vê?
tsch tsch!!!

Uma semana de trabalho bem ligeirinha

Abraço amigo

Mario Rodrigues


De sextrip a 14 de Janeiro de 2008 às 16:43
se alguma vez os "responsáveis" por este país estiverem na mesma situação do que nós (o que me parece bem difícil de comprovar) seria altura de me ir embora (para o Ártico ou coisa que o valha).

bom exemplo... os submarinos.

hoje em dia podes perfeitamente ouvir a MESMA pessoa, num contexto dizer que "não precisamos de comprar submarinos nenhuns, que isso é gastar dinheiro mal gasto" e... noutro contexto criticar o descalabro de meios da marinha, que temos "submarinos a pilhas do tempo da maria cachucha", que não servem para nada e etc.

são "dualidades" assim que definem uma inconsciência !
o concordar ou discordar, desde que fundamentados e a meu ver, não obstam à existência de uma "consciência colectiva".


De b a 11 de Janeiro de 2008 às 00:23
Ena...e quem fala assim n é gago!!!
bom fim de semana


De sextrip a 13 de Janeiro de 2008 às 16:40
dado que o problema é de "gaguez de pensamento"... nem que fosse mudo !


De jps a 11 de Janeiro de 2008 às 02:01
bem, em 1º lugar parabens pelo post.
em 2º lugar ja nada me admira neste pais, onde as pessoas se queixam de alguem poluir o ar com fumo de cigarro em parques subterraneos mas nao se sentem incomodados pelo monoxido de carbono ds carros...
e dps a discriminaçao de que é alvo quem fuma pelos nao fumadores, que pensam que alcançaram uma vitoria por uma luta que nao lutaram,nao fizeram um chavo para que esta lei fosse imposta.
e xegam ao cumulo de insultar pessoas: tive o caso de um colega que foi tomar cafe e ficou na esplanda pk nao é permitido fumar no estabelecimento, nao é k o rapaz teve k levar k uma velha k parou à entrada e lhe disse k a entrada era proibida a animais?!?!
parecemos, nao so neste aspecto mas em outros km o caso das urgencias medicas, um pais de 3º mundo ....


De sextrip a 13 de Janeiro de 2008 às 17:14
bem vindo JPS...

poucos fumadores ouvi queixarem-se da lei, antes sim das atitudes de muitos não-fumadores, como essa que relatas.
eu próprio já presenciei várias cenas dessas e não são "casos isolados" como muita gente pretende fazer crer.

antes do 1 de janeiro ouvi muitos desses "revolucionários de pacotilha" prognosticarem que iriam cair multas sobre multas, até "vozes de prisão" e não sei o quê mais...
contudo, não vejo esses "fumadores transgressores" em lado nenhum !
considero mesmo que os fumadores deram uma lição a muito "boa gente"... gente essa que agora e por falta disso, provocam situações de conflito, numa tentativa de "terem razão" à força !


De Maaf a 11 de Janeiro de 2008 às 09:29
... O segurança vê fumo.... e aproxima-se do sujeito...
"- Desculpe, o que é que está a fazer? Não se pode fumar aqui!"
"- É só uma ganza... está mesmo a acabar!"
"- Ah. OK! Se fosse tabaco, não podia permitir!!!"

LOL


De sextrip a 13 de Janeiro de 2008 às 17:16
já faltou mais Maaf, já faltou mais !!!...

para todos os efeitos... não é tabaco !
essa lei, em específico, não se aplica.


De martamaria a 11 de Janeiro de 2008 às 10:05
Eu achei o post excelente!
Não estou nada chocada com a linguagem, ou seja com o que for, que não seja a mediocridade que falas e que eu vejo, como tantos outros vêem e que muitos fingem não ver, não existir... porque é mais fácil!
Porque se persegue quem é fácil perseguir, porque se tenta mostrar trabalho, quando se fez zero, porque se criam distracções e as pessoas se concentram nelas... o que me choca é sermos tão pequeninos!
O que me choca não é o "proteger-se" a vida humana do eventual fumo de um cigarro, num parque de estacionamento carregado de fumo de escape, isso não me choca, dá-me graça, parece-me piada. O que me choca é não se proteger a vida humana, das facas, das seringas, da violência de um assaltante, que até deve ser agarrado, mas isso é doença... o que me choca é não se proteger a vida humana quando ameaçada por outrem, até que algo efectivamente aconteça, o que me choca é a violência doméstica, é a pedofilia... o que me choca é também eu aceitar que me atirem areia para os olhos e de vez em quando distrair-me do essencial!
Desculpa o tamanho do comment, mas gostei mesmo muito do teu post. Parabéns!


De sextrip a 13 de Janeiro de 2008 às 17:32
na grande maioria dos comentários que tenho feito acerca do tabaco, desta lei e dos exageros que se presenciam, é sobre ISSO... sobre essa "distracção do essencial" e sobre essa "areia para os olhos" que tenho pretendido chamar a atenção Marta.

mas quase invariavelmente a maioria das pessoas (não fumadoras principalmente, tenho de o dizer) preferem insinuar que estou simplesmente a defender o fumo e os fumadores.
o que... para mim, é também um sintoma de mediocridade - quando não têm mais argumentos, ou só pretendem focar aqueles, ou não querem aceitar outras razões para além da sua, ou mesmo se estão borrifando para problemas mais graves, tentam limitar as palavras dos outros !
só para se sentirem "com razão" até suportam essa areia nos olhos e apenas sabem atirar com outra tanta às outras pessoas.

é coisa que sempre acho "piada" : que num texto meu, falando de várias situações, expondo até diversos pontos de vista... haja quem só lhe interesse discutir UMA, aquela e apenas aquela frase acerca de algo.
ao resto do texto... omite, esquece, não lhe interessa...


De sextrip a 14 de Janeiro de 2008 às 17:17
« O que me choca é não se proteger a vida humana, das facas, das seringas, da violência de um assaltante, que até deve ser agarrado [...]»

uma das coisas que sempre acho "interessante" é as polícias considerarem haver estes "locais com historial de crimes" !
e partilho da incompreensão do meu irmão para com estas "tipificações".

os chamados "bairros perigosos" não deveriam existir, mas... existem ! são quase auto-gethos, locais que para além de razões de exclusão social (que existe) são também assim tornados pelos próprios que ali vivem.
há até "orgulhos bairristas" em como, ali, a polícia não entra e tal...

vão-me desculpar a "insensibilidade social" mas... se assim se orgulham do seu bairro... pois que nele continuem a viver.

mas... o meu irmão não estacionou o carro num "bairro perigoso" nem lá perto sequer.
estacionou (e estava) num local bastante "público", sem qualquer indício de ser de alguma forma "perigoso"... onde me parece que, havendo queixas de assaltos, de carros arrombados, mesmo (segundo dizem) de tentativas de violações... deveria merecer maior atenção e controlo policial.
não me parece que isso signifique o mesmo que "pretender um polícia em cada esquina" - parece-me sim uma cedência grave às actividades criminosas (ali é "território" deles) e um desequilíbrio também grave em termos de actuação (tanta fiscalização e tanto combate às infracções por oposição).

preferia ver mais actuação contra crimes violentos como estes e maior combate à verdadeira exclusão social do que radares, fiscalizações e auto-stops... mas enfim.

só por exemplo...já alguém reparou como as "preocupações" com o cumprir da lei do tabaco ofuscou por completo a problemática de fim de ano e "furo noticioso" que foram os "gangs de seguranças" ?!?
curioso, hein ???...


De MissMe a 11 de Janeiro de 2008 às 11:46
Eu tenho uma teoria que, dificilmente, me farão acreditar que está errada.

Tudo isto se resume à tacanhês da mentalidade!

O chamar o segurança, por causa de um cigarro, sem a noção do ridiculo que é ignorar a poluição provocada por automóveis num subterraneo;
O achar-se "importante" ao chamar a atenção do cidadão para o "lapso";
O estar de mãos atadas (que muitas vezes é assim que estão as autoridades ao lidarem com os bandidos), porque a lei, infelizmente, defende mais os infractores que os cumpridores;
O fumar em casa e respeitar os espaços públicos quando se tem uma criança na barriga....
Tudo exemplos de tacanhês de mentalidade.

Enquanto não houver uma evolução na mentalidade humana, não se irá a lado nenhum.
Quem tem o poder padece do mesmo mal e, para mim, é lá "em cima" que está a culpa.
Quanto mais poder tem de modificar mais, para mim, são responsáveis e culpados por nada de positivo fazerem.
Pode ser que a próxima geração tenha crescido um pouco mais... eu quero acreditar que sim.
Beijos.



De sextrip a 13 de Janeiro de 2008 às 17:55
« O fumar em casa e respeitar os espaços públicos quando se tem uma criança na barriga....»

verdade !
seja a própria grávida ou um familiar.

sem dúvida que é uma questão de mentalidade fraca e referi-o num comentário que fiz no blogue do Crestfallen e sendo a mediocridade a imagem de uma mentalidade fraca... é aquilo de que falo neste artigo.

há sempre uma esperança na "próxima geração", mas... essa esperança é algo dúbia, senão desonesta, da nossa parte.
porque... ou a próxima geração será de revolucionários quase espontâneos, ou será em grande parte o resultado do que a geração sua antecessora fez.
portanto... ou estamos à espera que se dê um milagre revolutivo, ou preparamos essa geração para ser diferente da nossa... e não à nossa imagem, incluindo os nossos vícios e defeitos.

não podemos continuar a culpar a geração anterior pelos problemas e a esperançar na próxima geração para os resolver, como se "a nossa" geração fosse isenta.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 37 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.a vingança dos ursinhos...

.piaçaba

badge

.tags

. todas as tags

.ESCOLHIDOS

. Alguma vez amaste uma mul...

. Trintonas e boas!

. Destinatário Ausente (Ree...

. O perfil masculino ideal ...

. Deixem as crianças em paz...

. raríssimas

.links

.já tiveram uma trip

contador de visitas
contador de visitas

.em trip neste momento

online

.olha as horas !!!

relojes web gratis

.petição contra encerramento do Hospital Dona Estefânia

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

SAPO Blogs

.subscrever feeds