Segunda-feira, 9 de Julho de 2007

não leias - não é sexo







é curioso!

este blog tem alguns leitores (poucos, mas bons).
poucos comentários - mas uma média apreciável de visitas/dia.
e o mais curioso é que, em proporção ao comentário (mais fácil e imediato) canaliza-me bastantes mais mails.

mails esses que vão do mero "parabéns pelo blog" às mais diversas questões e mesmo conversas motivadas pelos meus artigos.
creio que isso seja bom, ainda que preferisse que tal comunicação fosse feita mesmo no blog - apesar dos possíveis "desvios" às temáticas.
(mas okay - cada pessoa terá as suas opções)

outra coisa curiosa (bastante comum nestes mails) é pretenderem falar comigo acerca de amor - comigo, que apenas vos tenho mostrado a parte sexual.
dá que pensar!

estas perguntas vieram no meio de um excelente mail do João Salgado (abraços) e - ainda que não seja uma temática nova - foi a primeira vez que me foi colocada por um homem.



« (...) acho que tens uma vida sexual invejável para muitos homens, eu incluído, mas quero perguntar-te o seguinte:
Pelo que entendi só foste casado uma vez e já de divorciaste há mais de dez anos.
Não sentes falta de seres amado ?
Achas que trocaste essa falta pela diversidade sexual ?
Terás perdido a disposição para te apaixonares ? »


acho que não há ninguém que não sinta necessidade de ser amado.
(e de amar, já agora)
acho que quem afirme o contrário - ou mente a si próprio ou é um enorme frustrado.
(que, no fundo, é um mentiroso)

há três tipos principais de amor - eu vivo dois deles com grande intensidade, o que tem um efeito estabilizador muito importante em mim.

sinto falta do terceiro tipo, mas, não me angustia sobremaneira.
tenho os meus dias ou ocasiões menos tranquilas, como inúmeras outras pessoas terão também.
mas não é um "ponto" diário que me assombre - quando entro na casa vazia, por exemplo.

a diversidade sexual não é uma "troca"!
nunca me iludi com isso ou pretendi tal  -  foi algo que foi sucedendo naturalmente.
que, sem dúvida, a disponibilidade quase total me foi permitindo.
de uma forma que, se tivesse um compromisso afectivo, seria substancialmente diferente.
no entanto, a curiosidade por modelos e posturas diferentes no sexo sempre me aliciaram.
(desde cedo na vida, aliás)

haverá uma certa "compensação" - sim.
mas diria que é de amizade, de carinho, de cumplicidade das pessoas que fui conhecendo e dos momentos de que usufruímos - versus - essa ausência de amor de que falamos.
mas não é "troca" - nem é de Sexo Versus...

mentiria se dissesse que essa partilha (também) afectiva não me é importante.

a última pergunta é um pouco mais "manhosa", lol lol lol.

acho a paixão muito parecida, por exemplo, com a velocidade.
toda a gente tem a mania que a consegue "controlar" ....... até ao momento do despiste.

não é coisa que se preveja, não há controle possível.
a única coisa que poderá suceder é que, com o tempo passando, nos sintamos menos predispostos a aceitar o "risco" de nos expormos a ela.
grosso modo: não gostas de velocidade, não vás para a auto-estrada.
mas pouco mais podes fazer (acho).

um dia... pode surgir como um tornado, sem se saber de onde - e levar-me como uma simples folha.

e é tudo!
sinto-me: leve (como uma folha)
música: You Give Me Something - (Jamiroquai)

publicado por sextrip às 18:36
link do post | comenta a Trip | adicionar aos escolhidos
|
50 comentários:
De Someone Else a 9 de Julho de 2007 às 20:14
«acho a paixão muito parecida, por exemplo, com a velocidade.
toda a gente tem a mania que a consegue "controlar" ....... até ao momento do despiste.»

nunca tinha pensado nisto desta forma...sábias palavras...




De supreme a 10 de Julho de 2007 às 00:11
Não são na verdade palavras assim tão sábias... são mais palavras de quem já se despistou.... (digo eu)... ou melhor, falo por mim looool

bjs e abraço (respectivamente) :)


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 09:32
exactamente!
mas... se quem já se despistou, nada aprender - não é na verdade muito sábio.

abraços


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 09:34
isto está muito "filosófico" hoje...


De Someone Else a 10 de Julho de 2007 às 10:10
acredita. para quem acabou de acordar ter de levar com uma dose de filosofia assim...fico logo a bater mal. loool.


bjo


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 11:44
pois... mas é como eu gosto.
de "filosofar" pela fresquinha...
quando as mentes estão clarinhas e repousadas.

(bom... não só de filosofar...)


De T.M.S. a 10 de Julho de 2007 às 12:56
Ele tem muito a mania das filosofias matinais, tem.
É pior que o Platão.


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 09:30

é como a vejo (penso) muita vez.
inebria, é avassaladora, quanto mais depressa se vai - mais depressa se quer ir, voraz...
º
poderia continuar a analogia:
adoro a velocidade - ando sempre a abrir - mas sei do risco que corro e não me iludo que a controlo, porque já me despistei e percebi que nada se é quando isso acontece!
(vais simplesmente dentro de uma coisa, aos trambolhões)

beijos


De Infiel a 10 de Julho de 2007 às 03:00
Tas a ver continuo a pertencer a minorias lol
ai ai paixão, é mesmo isso: um tornado, que rebenta com tudo, rasga preconceitos, quebra regras e ......faz-nos sentir vivos!!!
Esquivaste-te muito bem ao ... amor, quer dizer á pergunta


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 09:58
esquivei-me?

ok...... serei mais incisivo.

apaixonei-me duas vezes na vida.

a primeira vez foi excelente!
evoluiu para amor (acho que é essa a "evolução" natural da paixão), depois foi matrimónio, etc, etc e... divórcio.
(mas continuo a recordar essa paixão com alegria)

a segunda vez foi horrível!
já divorciado há uns anos, apaixonei-me (tipo tornado F5) por uma mulher também divorciada.
eu, simplesmente, respirava aquela mulher!
mas não me apercebi (a paixão cega-nos, já se sabe) que me apaixonei por uma pessoa doente (e doentia) que, por sua vez, não estava apaixonada por mim.
e tive o segundo período BERA da minha vida em termos afectivos.

não tenciono falar mais disso aqui!

mais uma vez, a analogia funciona.
tive um despiste de automóvel a cerca de 220km/h - sei o que doeu, sei pelo que passei...
hoje - continuo a acelerar, não ganhei medo à velocidade, mas, já não sou tão desprendido como naquela altura.
tive esse outro "despiste", essa paixão - e hoje a minha postura é similar.
não ando a fugir tipo "traumatizadinho", não digo que "não me volta a acontecer" mas... estou menos disponível a expor-me a tal, sem dúvida.

está menos "esquivo" agora?

beijos


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 12:27
« não ando a fugir tipo "traumatizadinho", não digo que "não me volta a acontecer" »

até já me ofereci para bombeiro especializado em apagar fogos em pontes, imagina tu!!!...


( lol lol lol )


De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 11:21
Também é perito a esquivar-se.... Ui... Habilidoso o homem..


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 11:41
então!!!... com mulheres tem de se aprender a ser esquivo.
senão... estamos feitos num oito!
vocês gostam muito de pescar - um homem tem de aprender a ser enguia.


De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 11:46
Olha que eu já pesquei enguias, é lixado tira-las do anzol, mas com algum esforço, tudo se consegue.


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 11:54
está bem!
não disse que não!
mas quando se pesca UMA enguia, já se pescaram muitos pargos, robalos e bogas.

exactamente : até para as tirar do anzol é preciso muito!!!
não é fácil.
e mesmo já sem anzol... fogem-te das mãos.
ou seja - até chegares ao "ensopado", tens muito que fazer.


(a filosofia adensa-se - está lindo isto, hoje)


De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 12:04
E eu respondia-te outra vez, e tu davas outra resposta inteligente e passavamos um dia muito agradavel, não era???


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 12:15
era!!!
mas já percebi que não podes...


De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 15:19
Considero o meu trabalho um verdadeiro emprego, que me dá algum tempo para o meu blog e amigos bloguers, mas mesmo assim, às vezes tento imaginar o que é que voces fazem da vida...


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 15:25
« mas mesmo assim, às vezes tento imaginar o que é que voces fazem da vida... »

dou-te 3 hipóteses para adivinhares.
mas só te dou uma dica : trabalho 90% do tempo a partir de casa.



De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 15:29
Ou és patrão, ou és vendedor há muitos anos...


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 15:48
hmmmm... nããão

vendedor, fui - há muito tempo atrás.

patrão... mmmmmm... pode-se dizer que sim, em parte.

(smart girl, avanças duas hipóteses, ficas à espera da minha resposta para "disparares" a última - gosto disso, revela "cabecinha")




De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 15:55
A ultima.... gigolo acho que não é o termo certo... mas poderias trabalhar 90% do tempo em casa... e serias "em parte" patrão....

Estou a brincar... Sempre achei que fosses um "vendedor" "representante de alguma coisa de jeito" (não vendedor fatela).... Como te tracei esse perfil há algum tempo, agora fiquei sem hipoteses...


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 16:15
gigolo ... olha que se calhar, não me importava, lol lol lol.

(agora estou eu a brincar, lol lol lol - sexo pago, nã, não está comigo - nem que fosse a receber)
por acaso, conheço dois.

não Maaf...

agora a sério.
não vou dizer o que faço - não é coisa "comum" e daria uma grande dica acerca de mim.
disse-te aquilo das 3 chances porque, é mesmo uma ocupação incomum e dificilmente advinharias.

a conversa surgiu por duas razões (acho).
a minha disponibilidade de tempo (hoje, muita) e o meu "patuá" (expressão que por acaso não gosto) lol lol.

bom - tenho uma coisa chamada "horário livre", não só pelas características da ocupação, como por não depender de ninguém nem tenho subordinados.
trabalho muita vez de madrugada, o que faz parecer que tenho os dias livres.

o "patuá", lol - que acho ser uma coisa "fingida" - não considero ter (mas claro, isso sou Eu que acho).
sou assim, conversador.
sinto-me à vontade em muitos tipos de conversas.

(mas, cada um, fará o seu perfil de mim - nada mais natural)

beijos


De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 16:24
Chamei-lhe "lábia" e não "patuá"... Não quero saber o que fazes... Tenho a minha propria ideia.. e sinceramente isso não interessa para nada... Estragaria esta "magia do conhecido desconhecido"...

Mas pronto... gosto de conversar contigo. apenas por te achar inteligente e o oposto, mesmo oposto de mim...


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 16:42
lolo lol, okay, mea culpa, fiz sinónimo.
lábia, patuá, enfim...
é um desgostar que ainda vem desses tempos de vendedor.
fui mau vendedor porque era mais um técnico que um comercial - explicava demasiado, pretendia ser honesto para com as pessoas.
errei.
a maioria das pessoas querem ser "enganadas com jeitinho" (ainda hoje é um pouco assim).
então... muita gente dizia que tinha "muito patuá" (ou lábia, pronto) e eu achava aquilo estúpido e um bocado injusto.
mas pronto, lol lol.
º
é verdade, estragava um bocado (lol lol)
º
ainda bem que gostas - que também gosto de falar contigo.
o oposto, o oposto...
bom, és mulher, eu sou homem - já é um oposto bem satisfatório, lol lol.

eu percebo-te.
mas talvez nenhum de nós seja, afinal, assim TÃO oposto dos outros, como julgamos tanta vez.
o tempo vai mostrando se isso é verdade ou não - daqui a muitas conversas faremos um novo balanço, vale?

e agora é que me vou mesmo.
beijos


De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 17:26
combinado.


De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 15:45
Esta porra não ficou...

Ou és patrão, ou vendedor há muito tempo...

Mas tens mais lábia de tecnico de vendas...

Acertei???


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 15:52
lol lol lol lol

não.
não tenho nada a ver com vendas e...... fui um péssimo vendedor (quando o fui) nem nunca gostei da "incumbência".
mas... eram outros tempos, haviam ne$$ecidades e salvou-se o facto de "andar na estrada", a limpar a mente.



De Innocent dreams a 11 de Julho de 2007 às 12:12
90% a partir de casa? ou seja 10% fora de casa.. hummm.. ter tempo para escrever aqui.. estar na internet.. trabalhas no pc.. serás programador? free-lancer? Talvez um sócio? :P


De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 12:06
Tu és um danado espertalhão... vou almoçar... até logo...


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 12:20
« Tu és um danado espertalhão... »
lol lol lol lol

desta gostei!
é muito mais giro (e interessante) que ser modesto.

teríamos portanto de falar desse parente próximo das enguias, tão esquivo e escorregadio quanto elas mas um tanto ou quanto mais "malandro", que dá pelo nome de safio (ou congro).


(também se pesca, também se pesca...)
mas é danado para a brincadeira!
e até chegar ao tacho, morde que se farta...
lol lol lol


De T.M.S. a 10 de Julho de 2007 às 12:47
Gosto de safios, mas é dos outros.



De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 12:59
olááááá bom almoço

« Gosto de safios, mas é dos outros. »

porquê?!?!?
que tem o meu safio de mal??????




De T.M.S. a 10 de Julho de 2007 às 13:05
Dos outros "géneros".
Não te faças desentendido.
O teu safio andas noutras águas. Precisa da dentada de uma moreia.


De T.M.S. a 10 de Julho de 2007 às 13:07
JKAS.
Até logo.


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 13:08
GULP!!!!!!!!!!!!


De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 15:22
"e até chegar ao tacho, morde que se farta..."

então até chegar ao tacho deve ser mesmo muito bem...

depois não sei, é que não são lá grande apreciadora de peixe...


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 16:00
oraaaaa... uma mulher dizer que não gosta de peixe, não é "bem" verdade.
é uma verdade assim-assim.

todas as que conheço gostam de linguado, por exemplo.
(podem só gostar desse peixe em particular, okay.... mas gostam)




(hoje estou "terrível" Maaf - não sei o que me aconteceu ou está para acontecer... lol lol lol)


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 12:23
« mas quando se pesca UMA enguia, já se pescaram muitos pargos, robalos e bogas. »

cabozes então!!!!! é à carrada.
basta piscarem-lhes um olho e eles caiem mortinhos da silva.



De T.M.S. a 10 de Julho de 2007 às 12:51
Cabozes ?
Nem para o aquário servem pfffff


De Maaf a 10 de Julho de 2007 às 15:23
Pronto agora não sei bem se estás com a mania que és grande pescador ou se estás armado em biologo marinho...


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 15:31
os homens raramente "pescam" - são mais caçadores.

biólogo marinho???? lol lol lol não.
há quem me ande a "estudar" (dizem que estou em extinção, vê tu bem...)

outros dizem que se não existisse tinha de ser inventado (assim como a Nessie, a tal lombriga gigante lá da Escócia, topas?)

talvez um dia vá viver para o Oceanário, nunca se sabe...



De Madeirense Marafada a 10 de Julho de 2007 às 14:59
eu sou da opinião da mesma opinião que tu, enquanto puder vou fugindo ao amor, prefiro ficar-me pela sedução e paixão:)quando as coisas evoluem em muitos casos perde o brilho.beijs doces


De madeirense Marafada a 10 de Julho de 2007 às 15:00
aii tou mesmo marafada...queria dizer eu sou da mesma opinião que tu;) beijos


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 15:43
olá Marafada - boa tarde

esse meu suposto "fugir" é relativo.

afasto-me, é verdade, de certas atitudes que sugiram um envolvimento para além da chamada "amizade colorida" - admito-o.

porque acho que, se me "deixar ir" nisso, as coisas a partir de determinada altura começam a parecer um amor, quando poderão não o ser - começam a surgir reciprocidades que se têm porque "sim" e não porque se desejam - começam muitas coisas que, muito sinceramente, poderão nada ter a ver com amor mas que, tecem uma teia mútua tão apertada, que as pessoas dão por si a viverem juntas sem muito mais do que isso em comum.
(daria um debate enorme, se isto fosse um forum)

se o amor me bater à porta - quero reconhecê-lo / ter de o assumir como algo a que não poderei fugir.
ainda acredito em "paragens de coração"!
creio que entendes isto.

beijos


De Madeirense Marafada a 10 de Julho de 2007 às 16:12
eu compreendi o que escreves-te, apesar d ser ainda nova (23 aninhos) já passei por muitas experiências, aprendi a separar as coisas, manter a distância, saber reconhecer a tènue linha da paixão-amor. Quando apercebo-me que as coisas já estão a seguir esse rumo, aos poucos afasto-me. Por enquanto não quero amar ninguem...quero aproveitar a minha vida, mas se por acaso cruzar-me com o "tal" talvez deixe-me levar.


De sextrip a 10 de Julho de 2007 às 22:58
« saber reconhecer a tènue linha da paixão-amor. Quando apercebo-me que as coisas já estão a seguir esse rumo, aos poucos afasto-me »


mas pergunto... conseguirias fazer isso se pressentisses que o ultrapassar dessa linha ténue era MESMO para um amor?
resistirias ainda assim?

beijos


De Madeirense Marafada a 10 de Julho de 2007 às 23:35
hesitaria...aliás já senti isso e recuei, talvez por já ter envolvido-me com homens casados, tenho uma noção diferente do amor, de uma relação em si. Quem se relaciona cmgo apercebe que nunca me tem por completo, alguns pensam que eu só os quero para sexo, mas não é bem assim, é a minha maneira de ser. há quem diga que eu tenho medo e saio antes que me deixe envolver, talvez seja uma defesa que criei, não sei. Tinha um amigo meu que costumava dizer-me que eu não fui feita para um só homem...ele é capaz de ter razão... já agora pergunto será possivel amar 2 pessoas ao mesmo tempo?


De Loirinha a 11 de Julho de 2007 às 13:34
Hum...
Exclareceste-me com esse post x)


Já li a tua resposta...gostei dela!

beijinho*


De Loirinha a 11 de Julho de 2007 às 13:36
LOLOL isto estava tudo com muita filosofia... !


=))) *


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 37 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.a vingança dos ursinhos...

.piaçaba

badge

.tags

. todas as tags

.ESCOLHIDOS

. Alguma vez amaste uma mul...

. Trintonas e boas!

. Destinatário Ausente (Ree...

. O perfil masculino ideal ...

. Deixem as crianças em paz...

. raríssimas

.links

.já tiveram uma trip

contador de visitas
contador de visitas

.em trip neste momento

online

.olha as horas !!!

relojes web gratis

.petição contra encerramento do Hospital Dona Estefânia

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

SAPO Blogs

.subscrever feeds