Sexta-feira, 26 de Outubro de 2007

ser B N C



tempos atrás recebi um mail que, muito lacónico, dizia simplesmente :

DEVES JULGAR QUE ÉS BNC.


bom... não reconhecendo o nick remetente e julgando que se tratava de um engano, que fosse afinal um mail para um qualquer funcionário do Banco Nacional de Crédito, apaguei o dito...

só há dias percebi o quão ingénuo ainda sou nestas gírias da net.

e pronto...... sei agora que BNC significa Bom Na Cama.
(o que talvez abone imenso acerca dos funcionários e funcionárias do tal banco... não sei)


ora... fiquei a pensar na coisa.
como é que um gajo como eu pode provar que é BNC ?!



por aquilo que escrevo ?
hummm... não me parece.
sabe-se lá se é verdade, né ???
posso estar a inventar tudo... ou a copiar de alguém... ou até, simplesmente, a contar tudo ao contrário.
definitivamente, não sou de fiar.

por aquilo que vocês acham de mim ?
pior !!!
primeiro, porque está tudo comprometido pela questão anterior... certo?
segundo, porque mesmo que me conhecessem em pessoa (e não conhecem) e mesmo que tivessem muitas razões para me acharem honesto... não podiam saber se sou MESMO BNC, pois não?!
pois claro que não !
nunca teriam ido comigo para a cama (em princípio)... o que me parece ter relativa importância naquilo que se pretende.

por aquilo que... quem já tenha ido para a cama comigo possa dizer ?
bem... já se anda mais perto.
no entanto (contando que ninguém dissesse que sou antes um MNC) que credibilidade teriam esses testemunhos ?!
mesmo que vocês acreditassem neles, claro...

se "aquela" acha que BNC é ser irreverente, selvagem, até violento no sexo... que interessaria a "minha amiga" garantir a pés juntos que sou BNC porque sou cálido, ternurento e muito sensual ?!
(ou vice-versa...)

se "aquela outra" acha que ser BNC é dar fodas de duas horas... que sentido faz a minha "outra amiga" jurar à escuteira que sou BNC porque lhe dei as duas mais memoráveis rapidinhas da vida dela ?!
(ou vice-versa...)

alguém adjectivará de BNC, por exemplo, um gajo que dissesse algo do tipo, "adorava dar-te uma trancada daquelas de rachar, mas... estou com umas dores nas costas que nem vejo nada... fica para outro dia" ?!
claro que não !
o gajo até está a ser honesto, a evitar um desaire de cama para ambos... mas fica catalogado e fora do baralho.

indo directo ao fim...
por aquilo que possa fazer de mim um gajo versátil no sexo... quando a versatilidade não tem normas, é passível de erro e até mesmo não agradará a quem, eventualmente, aprecie formas matemáticas de fazer sexo ?

ou seja...
que é essa treta de se SER um BNC ?!?

uma nomeação ?
desculpem lá...... é-se nomeado para os "óscares"...
que podem ser, à vez, coisas espectaculares ou triviais, ambíguas ou polémicas sempre... mas que se ganham por algo que milhões de pessoas nos vêem fazer !!!

para mim... gajo ou gaja que se intitule BNC é como aquele pessoal que diz nunca ter mentido na vida.

nestas coisas há sempre duas perguntas que se impõem.

- quem é que tem as aptidões, necessárias e comprovadas, para considerar outro alguém como BNC ?! (ou como MNC...)
- quem se acha BNC, fá-lo comparativamente a quem ou ao quê ?!

na minha juventude, quem era "juiz" nestas coisas... era uma ou outra "amiga especial" (raras) ou uma ex-namorada que comentava "à boca pequena" com as amigas o desempenho sexual de um gajo.

depois surgiu essa cretinice de que o homem é o responsável (no sentido de "único") pelo prazer e satisfação sexual da mulher - o que vai totalmente contra o sentido de libertação sexual da mulher, mas não interessa compreender - e tudo se complicou.
(ainda que nada tenha melhorado)
BNC era o gajo que fazia a namorada ter orgasmos múltiplos e etc... (pois, fulcrou-se a questão no "dar orgasmos")
da mulher também dever ser BNC... népia

hoje em dia... é a confusão total, lol.
há as mais diversas razões para se ser BNC... nenhuma clara, nenhuma específica, tudo (como muitas outras coisas) ao sabor da conveniência de cada um ou mesmo do momento.

quanto aos homens (porque é o que sou) e na minha opinião... têm de sair desse jogo viciado de "se preocuparem" se são ou não BNC's.

se é faccioso que nos julguemos BNC's a nós próprios (que é!), também o é que assim nos achem (ou não).

sabe bem ao ego que nos considerem BNC, é evidente.
mas não vale a pena engalanarem com isso - é saborear e largar, tipo chiclette.

garanto que, em muitos casos, quem vos diz serem BNC hoje, dirá amanhã que foram MNC por uma qualquer irrisória razão.
de nada vale portanto... a "preocupação" com a coisa.

um gajo que explore tudo aquilo de que se lembre ou tome conhecimento em proveito do prazer do momento (seu e da parceira) acabará tendo um "léxico sexual" rico.
antes mesmo de ser uma mais valia para a parceira, importa contar como um crescimento seu, uma melhoria como pessoa e como homem.
sem dúvida... mais rico que o antigo e caduco "bombar até à exaustão" que era, no entanto, a expectativa e ideia de gajo BNC para muitas ninas.

e na verdade, melhor ficará ainda se conseguir emparceirar com mulheres que funcionem de igual forma, mesmo que isso resulte numa competição na cama.
a competição leva à qualidade e à excelência de ambos...
sem dúvida... mais rico que dar com ninas que se limitam a abrir as pernas, que se acham boas só porque são "boas" e que ajuízam no final acerca de algo que não percebem.

as alternativas...
as alternativas são bastante pobres... ainda que preferíveis a uma vidinha neurótica face à eventualidade de serem ou não BNC's.

a nº1... é o the old portuguese way... vocês são BNC e ponto final, que se lixem as bocas das ninas.
a nº2... é entrarem na guerra e ripostarem com um moleskine de BNC/MNC, com os nomes delas seguidos de uma até cinco estrelas.


quanto a mim... prefiro continuar a ser   BDB



sinto-me: de folga...
música: Sex Machine - (James Brown)

publicado por sextrip às 11:14
link do post | comenta a Trip | adicionar aos escolhidos
36 comentários:
De nuncaesquecerei a 26 de Outubro de 2007 às 17:01
Acho que disseste tudo, pouco há a acrescentar. Dou-te os mais sinceros parabéns, pelo discurso, é bonito ver um Homem ostentar valores, que como já afirmas-te, estão tão fora de moda, da não cobardia e de (parece-me a mim ) seres fiel a ti próprio.
Devo ser pouco inteligente, mas não consegui atingir o Bom... BD ?


De sextrip a 27 de Outubro de 2007 às 12:14
« ... e de (parece-me a mim ) seres fiel a ti próprio »

tento sê-lo sim - mesmo aqui.
do resto, não reza a história.

não se trata de seres pouco inteligente - o BDB é pura brincadeira de que deixo a explicação para mais tarde.
beijos


De nuncaesquecerei a 27 de Outubro de 2007 às 16:03
Por acaso não concordo, mas se tu o dizes...saberás melhor do que eu. Modéstia ? - Sim ; Arrogância? - não . Com este artigo, a grande maioria apenas se elevaria - tens dúvidas disso ? Fizeste-o - não - é preciso coragem! Na minha opinião (que nada vale a não ser para mim) e´nisso que marcas a diferença!


De sextrip a 31 de Outubro de 2007 às 10:23
hummm... um dia escrevo sobre a "modéstia", lol lol.

fui educado a ser modesto NuncaEsquecerei.
porém, depois, cresci a perceber que a modéstia só é real, válida, quando se a sente mesmo - quando não... é apenas mais uma forma de hipocrisia.
daí que... nem sempre sou modesto.
prefiro ser pouco ou nada modesto a ser um "falso modesto".
à arrogância... detesto-a !

º

posso não ter dúvidas - mas eu não sou "a maioria".
faço parte dela (todos fazemos, é inevitável) mas... há algo acima das "maiorias" que diz, tão simplesmente, que tenho o direito a expressar aquilo que sinto e aquilo que penso, como indivíduo.
prezo muito esse direito e dou-lhe uso!

do "ser diferente" que daí resulta... bom... é algo que tem vantagens e prejuízos - não raras as vezes, mais prejuízos aparentes enquanto as vantagens são mais intimistas.
é uma questão de opção que cabe a cada um.

beijos


De nuncaesquecerei a 31 de Outubro de 2007 às 15:21
A livre expressão, numa sociedade que se afirma detentora desse direito, é muita vez mais motivo de censura, do que deveria - daí surgem repercussões, algumas vezes graves a nivel pessoal. Já as senti na pele. Contínuo no entanto a tentar ser verdadeira, sincera e fiel a mim própria, consciente do que isso possa representar de negativo. Por isso admiro quem é, aparentemente, livre de espírito e quem não se "agacha" apenas ás normas de uma sociedade, algo castradora, ainda que aqui é muito mais fácil, pois não damos a cara. Na vida real,nem sempre temos essa coragem eu por vezes não a consigo...
Beijos para ti também


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 37 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.tags

. todas as tags

.ESCOLHIDOS

. Alguma vez amaste uma mul...

. Trintonas e boas!

. Destinatário Ausente (Ree...

. O perfil masculino ideal ...

. Deixem as crianças em paz...

. raríssimas

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

SAPO Blogs

.subscrever feeds