Sábado, 1 de Dezembro de 2007

o país precisa de tomates


porque também faço "a noite"...

porque a faço, cada vez mais selectiva mas também mais limitada...

porque, mais uma vez, há problemas que só não se resolvem porque estamos num país com falta de tomates...

porque... > ISTO <

( porque me fez recordar...)



havíamos saído da discoteca...
estava com um grupo de amigos e amigas (7) já cá fora
a alguns metros da porta...
aguardávamos por um último, que tinha ido ao wc

foi tudo muito rápido...
uma amiga com um ar assustado, um amigo que dá "um pulo"...
o murro acerta-me na orelha e numa parte do maxilar
fico perto de perder os sentidos
o segundo murro acerta-me no pescoço
fico "sem ar", tropeço nos próprios passos
bato com a cabeça numa parede próxima
ainda não consegui ver quem me agride
um terceiro murro raspa-me no ombro
e um pontapé acerta-me acima do joelho
a perna dobra-se-me mas ainda consigo girar sobre mim próprio
fujo da parede, fujo da agressão, estou confuso
sinto sangue a correr da orelha, pelo pescoço, para dentro da camisa
oiço tudo como se estivesse debaixo de água
tenho a visão distorcida, as dores gritam-me dentro da cabeça
uma montanha de músculos tenta agarrar-me
tenta socar-me de novo
fujo, esquivo-me, tento focar-me
há gritos, há gente a fugir, há gente a ser agarrada
esquivo-me a novo pontapé, mas a besta agarra-me um braço
e aí, danei-me !





vão quatro anos !
nunca mais fui àquela discoteca
nunca mais fui sequer àquela parte da cidade
não fiquei "traumatizado", mas na verdade...
sempre que vou a uma discoteca, lembro-me !
e fiquei totalmente racista para com "seguranças".

tive a minha vida importunada
com polícia, advogados e "tribunais medievais"
tive ameaças, hipocrisias e todo o género de indecências
tive amigos e familiares também importunados
tive até interferências no meu emprego
quase fui o "mau da fita" por ter mandado a besta para São José

até que tudo (afinal) se ficou por um reles "pedido de desculpas"

que a minha aparência havia conferido com a de alguém que importunara uma empregada dentro do estabelecimento - um equívoco infeliz que teria acontecido a qualquer um.

não.
não sou Rocky, nem Tyson, nem Lee...
não sou sequer violento !

mas  chóninhas e frouxos ...  são-no
os políticos sem tomates que há tantos anos nos "servem" !

as discotecas fazem fortunas com a "noite".
bem podem (devem) ser obrigadas por lei
a recorrer a empresas legais e conceituadas de segurança
ao invés de recorrerem a bestas criminosas, dementadas
e encharcadas em esteróides

só quando se chega a estes extremos é que põem mãos à cabeça.
cambada de calhórdas !!!

HAJAM TOMATES


sinto-me: imerso em recordações (hoje)
música: Black Dog - (Led Zeppelin)

publicado por sextrip às 14:01
link do post | comenta a Trip | adicionar aos escolhidos
37 comentários:
De Miss Bradshaw a 1 de Dezembro de 2007 às 15:33
bem ....o que dizer! =x

ainda ontem a noite sai e tal como tu a cada x mais perco a vonatde de sair de antes. nao pela perda de gosto pela musica e por dançar,mas sim pelos ambientes arranjados. fui por ex duas vezes barrada no Lux por estar so com uma amiga.nao sou xunga nem tenho mau aspecto,mas fui barrada.

ja assisti a uma cena de pancadaria de um segurança a um puto podre de bebado de bradar aos Céus.......os amigos olhavam e o puto no chao sem se mexer.

tambem tenho uma certa "sede" aos seguranças que sao esclhidos maioritariamente pela brutalidade e nao pela qualidade de serviço.

mas enfim...é o pais que temos! e na noite (principalmente nas grandes cidades) ou és gaja e tens alguma sorte,ou és gajo e a kk hora podes levar uma carga de pnacada sem seker saber pk.

***


De sextrip a 1 de Dezembro de 2007 às 16:12
é uma verdade... mesmo que não seja por medo, começa-se a perder a vontade (senão, a paciência) para se sair para determinados locais.

esta imagem dos seguranças é cultivada por eles (claro), pelos proprietários e mesmo pelos clientes...
só que, a partir de determinada altura começou-se a perceber que há crime organizado por detrás de tudo isto.
(até parece que só agora, com isto no Porto, é que se "descobriu" !...)

as minhas saídas, em termos de discotecas, já se limitam a três casas e mesmo assim, não muito frequentemente.
mas ainda recentemente chamei a atenção do proprietário de uma delas para um "segurança" que estava, claramente, a criar conflito junto de um grupo de "putos" - precisamente a ver se provocava uma qualquer reacção que "obrigasse" à sua "intervenção" como "agente da ordem".



De Infiel a 1 de Dezembro de 2007 às 18:25
mais uma das razões para que cada vez saia menos
tenho 2 locais onde costumo ir, se bem que cada vez menos

Conheço seguranças de discos que são bons profissionais, que têm mais medo das "pitas" que lá vão para lhes atormentar as cabeças do que de um sujeito cheio de alcool mas o aspecto fisico dos ditos seguranças, mete respeito e se são homens colericos....

ha que escolher os locais e deixar de os frequentar, sem fregueses... não ha negocio



De sextrip a 1 de Dezembro de 2007 às 20:59
lol...
desculpa que te diga, mas... não imagino como é que homens coléricos podem resultar em bons profissionais numa área de segurança.

eu não conheço nenhum bom profissional nesta "classe", lamento dizer.
todos se assemelham a panelas de pressão prestes a rebentar - irrascíveis, incultos e irracionais.
em todos tenho encontrado a mesma mentalidade, mais ou menos ostensiva, de "navy seals da musgueira", heróis para pitas que se derretem à vista de músculos...

já aqui falei deste:
http://sextrip.blogs.sapo.pt/6063.html
e acredita... é o "menos mau".

isto é o que conheço... e nem sequer frequento casas ditas "chungas" - porque então aí, deve ser mesmo "giro".


De Infiel a 2 de Dezembro de 2007 às 22:14
não gosto de generalizar, não gosto de regras mas entendo o teu ponto de vista

insisto que conheço profissionais que não são panelas de pressão, inclusive praticam yoga

isso não quer dizer que não existam muitos que são autênticas panelas de pressão, que buscam sarilhos até mesmo para poderem "brilhar" mas, á noite saiem muitas aves raras e, algumas só mesmo á chapada

não defendo a violência, sou contra reacções fisicas mas, uma chapada acorda mais rapido que cem palavras e, por mais auto-controle que tenhas... ha alturas que, te defendes ou levas! (que parece foi o que aconteceu contigo)



De sextrip a 2 de Dezembro de 2007 às 22:43
exceptuando nos "jogos" da tropa, nunca ataquei fisica e deliberadamente ninguém Infiel.

falo daquilo que conheço.
tu conheces alguém que não se encaixa neste perfil, eu não.
apenas defendo que estes "seguranças" deveriam estar debaixo da alçada de uma empresa que controlasse minimamente os seus comportamentos, a quem tivessem de prestar contas quando a tal "chapada" fosse, afinal, escusada.

temos de fundamentar devidamente as coisas.
um polícia só pode agredir alguém fisicamente depois, e só depois, de haver uma intenção de agressão para consigo próprio ou contra o público.
ainda assim, tem normas éticas de contenção de força.
ou seja, utilizará apenas a força proporcional à ameaça.
um polícia é um agente da autoridade.

porque haverá um segurança ilegal (pois é o que são) poder actuar de forma completamente oposta a esta ?

é um jogo perigoso, que de quando em quando tem consequência bastante graves.
alguém terá, um dia, de jogar o barro à parede.


De Infiel a 8 de Dezembro de 2007 às 23:02
nunca nada vai mudar de maneira geral
as coisas podem mudar dentro de cada casa e mesmo assim, sempre continuará a haver regras e etiquetas

na tropa ensinam a matar "silenciosamente" qualquer menino que vá para os fuzileiros sai com diploma de assassino, se for um sujeito desiquilibrado teve todo o ensinmamento para matar outro ser humano com as suas mãos


De estreladosul a 1 de Dezembro de 2007 às 23:31


Primeiro k tudo, peço desculpa por ter andado um pouco arredado do blog do meu caro amigo. Outros valores mais importantes se levantaram.
Em segundo, desta vez "without comments", em virtude de haver uma eternidade k não frequento esses lugares. Mas o k oiço deixa-me apreensivo.

Bom Domingo

1 Abração

Mario Rodrigues


De sextrip a 2 de Dezembro de 2007 às 16:25
viva Mário...
não há "desculpas" a apresentar, lol...

há coisas que nos deixam apreensivos, sem duvida.
os riscos da "noite" têm vindo a aumentar e este, em particular, é muito nocivo.
pois que (teoricamente) os "seguranças" deveriam ali estar para tranquilizar e não para consistirem em mais um factor de ameaça.

abraços


De sunshine a 2 de Dezembro de 2007 às 13:25
Os seguranças da noite são , penso eu , escolhidos pelo físico imponente que não convide ninguém a retaliar - é o impor o respeito pela força bruta! Também já vi cenas dessas, e ninguém se mete. Só que depois de vez em quando aparecem as noticias de segurança morto...
A realidade que conheço, é bem diferente, por exemplo no meu local de trabalho, os seguranças são delicados, educados , simpáticos e alguns franzinos, que não é pelo aspecto físico que se impõe, no entanto não costuma haver problemas que não consigam resolver pelo bom senso e pelo diálogo. É muito raro ter de se chamar a policia.
Lamento que tal te tenha acontecido, até porque se fica a conhecer a justiça por outro prisma e é mais uma desilusão. Fora as chatices burocráticas, monetárias e psicológicas e no fim fica-se com " um amargo na boca", uma sensação de justiça incumprida.
Beijos


De sextrip a 2 de Dezembro de 2007 às 16:46
« respeito pela força bruta » hum hum...
(pois... este "enganou-se" - adiante...)

nunca apreciei muito os "seguranças" em geral - é uma profissão que se "auto-estigmatizou" com ideais (e mentalidades) de Rambos ou de polícias frustrados.
se querem perder esses estigma... seleccionem criteriosamente os candidatos, dêem-lhes formação adequada, avaliem-nos no desempenho, etc.

mas quero frisar que este artigo é especificamente acerca dos chamados "SEGURANÇAS DE DISCOTECA" ou "da noite", como preferirem.

uma "classe" que extremou essa ideologia Rambo... onde sem duvida alguma o binómio "mais músculo / menos miolos" atinge o seu apogeu !
é gente que devia, por lei, ser proibida de contactar com público - porque são mentalmente retardados, sem escrúpulos e com egos doentes.

"justiça incumprida" é, infelizmente, uma sensação bem conhecida dos portugueses - não apenas minha.
vem daí a nossa tão criticada desconfiança para com a lei e a justiça, advogados, juízes, tribunais e tudo o mais.

neste caso... achei incrível e perfeitamente inadmissível que, como forma de "despachar" a questão e de maneira a "colocar uma pedra sobre o assunto", me tenham sugerido que pagasse as despesas de hospital do animal e... "esquecesse".
o que não aceitei, me fez mudar de advogado e que relegou tudo para a "estaca zero", ou quase.


De Maaf a 3 de Dezembro de 2007 às 09:55
Por estas e por outras é que eu detesto discotecas! Tenho medo de ir a sitios desse genero! E centro do Porto à noite.... nem pensar... só de vez em quando ao cais de gaia para tomar um cafezito! Sou mesmo muuuuiiiito medricas!


De sextrip a 4 de Dezembro de 2007 às 15:55
aonde costumo ir agora... (que eu saiba ou visse)... não há problemas a registar.
mas uma delas está a ficar um bocadito exagerada na "música" tunga-tunga-tunga e a desleixar-se nas admissões.

já tinha começado a deixar entrar muitos "teens", mas... okay, no big deal.
agora... deixar entrar "teens", principalmente pitinhas e depois começar a deixar entrar também "excursões" de quarentões farsolas, já é pedir que surjam complicações.

mais dia menos dia... é menos uma onde vou.


De Maaf a 4 de Dezembro de 2007 às 16:03
Excursões de quarentões farsolas!!!!
Olha que tu tb és quarentão!!!!


De Maaf a 4 de Dezembro de 2007 às 16:03
Mas não te metes com pitinhas!!!! Tinha-me esquecido!


De sextrip a 4 de Dezembro de 2007 às 17:06
[sextrip assobiando]


De Maaf a 4 de Dezembro de 2007 às 17:16
lol


De Maaf a 4 de Dezembro de 2007 às 17:17
e tu? que queres jantar?


De sextrip a 4 de Dezembro de 2007 às 17:24
ahahah...
tu não me provoques...
não não...


De Maaf a 4 de Dezembro de 2007 às 17:28
é que hoje janto sozinha....


De sextrip a 4 de Dezembro de 2007 às 17:42
TONK TONK TONK TONK TONK TONK TONK TONK TONK

(som do sextrip a bater com a cabeça na secretária...)


De Maaf a 4 de Dezembro de 2007 às 17:44
(maaf a trincar a pontinha da unha do dedo indicador)


De Maaf a 4 de Dezembro de 2007 às 18:06
Vou mesmo jantar sozinha!!!
Até amanhã! Bon appétit cherrie...


De sextrip a 4 de Dezembro de 2007 às 20:25
TONK TONK TONK TONK TONK TONK TONK TONK TONK


De Maaf a 4 de Dezembro de 2007 às 20:36
Ainda vais a tempo da sobremesa!!!!


De sextrip a 4 de Dezembro de 2007 às 20:53
é pá... não sejas "mázinha" comigo... que estou aqui a torradinhas e chá de menta e eucalipto... com um encontro (muito interessante) cancelado por causa de uma irritante constipação "pingante"...
poupa-me !... que já me dói a testa de tanta cabeçada.


De Maaf a 4 de Dezembro de 2007 às 21:15
Coitado!!!


De Maaf a 4 de Dezembro de 2007 às 21:18
só tu para me fazeres vir ao PC a esta haora!!!
AS melhoras e até amanhã!
Afinal nem jantar nem sobremesa, nem o caraças!!! Vou esperar pelo pequeno almoço!! Para a ceia já estou ocupada!!!


De sextrip a 4 de Dezembro de 2007 às 21:38
se não fosse por isso... a A1 faz-se num instante !
(calhou mal, pronto...)


De Maaf a 5 de Dezembro de 2007 às 09:16
Ah AH AH

Então estás melhor?


De marta a 3 de Dezembro de 2007 às 13:26
Há seguranças que t~em um gostinho especial por sangue!


De sextrip a 4 de Dezembro de 2007 às 15:56
desde que não seja o deles... pois têm !...


De antiego a 7 de Dezembro de 2007 às 14:39
Afinal, agrediram-te porquê?


De sextrip a 7 de Dezembro de 2007 às 15:54
não leste...

"que a minha aparência havia conferido com a de alguém que importunara uma empregada dentro do estabelecimento - um equívoco infeliz que teria acontecido a qualquer um "

um gajo meteu-se com uma empregada da discoteca (acho que agarrou nela, apalpou-a, tentou puxá-la não sei para onde... uma confusão qualquer) e o segurança viu-o "de relance".
(acabou ele por dizer... que cá por mim, não viu merda nenhuma - quis foi armar-se em rambo para a mocinha...)
como eu tinha a mesma aparência física do idiota que fez isso e (segundo eles) estava vestido de forma também parecida, o cavalheiro nem parou para pensar.
(se tivesse feito semelhante coisa, depois, estaria ali parado à porta, a conversar descontraidamente... claro)
foi chegar e malhar...
kill first, ask later
depois a confusão aumentou - porque primeiro, a tal empregada disse a alguém que não era eu, depois, já dizia que "não sabia bem" e no dia seguinte já garantia que tinha sido eu.
os testemunhos das pessoas que estavam comigo - em como eu havia estado sempre com eles e etc - pareciam não valer de nada.
por fim já se falava em "tentativa de violação" e outras cretinices do género... uma cena deveras estúpida e manhosa, mas, que deu muito trabalho e chatice.


De antiego a 7 de Dezembro de 2007 às 16:12
Com Justiça, para além da besta, ainda se fechava temporariamente a discoteca (tipo um mês de portas fechadas, a penalizar).
Felismente os meus dias de noite foram passados em ambiente académica (de alegria, portanto) e numa cidade pequena.
Já não tenho pachorra para discos e não é que não seja jovem.


De sextrip a 7 de Dezembro de 2007 às 17:30
naquela noite fecharam-na.
mas foi apenas isso...
algo ali (que nunca percebi bem) fez com que toda a gente quisesse, a partir de determinada altura, "sanar" a questão com pedidos de desculpas e "fiquem bem"...
fui a única pessoa que nunca concordou com isso, mas admito que a certa altura já só queria que não me chateassem mais.

"garantiram-me" que o segurança seria suspenso por seis meses... o que me fez rir imenso na cara deles - como se isso fosse uma coisa que se garantisse.
(não trabalha ali, trabalha noutra... ora)
"ofereceram-se" para me pagar as despesas médicas e "como compensação" atribuíam-me um cartão cliente (lol) o que, na óptica deles, era proposta razoável tendo em atenção as despesas médicas tidas com o segurança em causa - que ficava tudo "quite" dessa forma.
enojou-me tudo aquilo e disse-lhes onde haviam de enfiar o "cartão cliente".



De antiego a 7 de Dezembro de 2007 às 18:21
ridiculas essas propostas. em qq país civilizado o gajo ía para a prisão. Suspenso? deixa-me rir


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 37 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.tags

. todas as tags

.ESCOLHIDOS

. Alguma vez amaste uma mul...

. Trintonas e boas!

. Destinatário Ausente (Ree...

. O perfil masculino ideal ...

. Deixem as crianças em paz...

. raríssimas

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

SAPO Blogs

.subscrever feeds