Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

mais dinheiro... mais sexo... (mail)



« [...]
Por algumas coisas que escreveu percebi que é rico. Também ficou claro que não tem falta de mulheres que parecem ser bem boas. Porem se em Portugal a maior parte dos divorciados mesmo tipos novos tem dificuldade em arranjar sexo com facilidade como é que pode achar que todo o sexo que arranja não tem nada a ver com o dinheiro que tem ?
[...] »

Miguel < 21/02/2008 >


"Miguel...

grato pelas questões que apresentou.
para já... apenas escolhi uma para colocar no blogue.
mas colocarei outra oportunamente.
[...]
fiz ligeira correcção ao seu texto, substituindo as palavras começadas por "K" pelas originais com "Qu" - agradeço que compreenda essa correcção."






« Por algumas coisas que escreveu percebi que é rico. »

ahahah !...
okay... percebo a ideia, mas...
não me considero "rico" !
o valor dessa palavra, em Portugal, é extremamente variável.
numa "visão por baixo"... qualquer pessoa que tenha 5.000 euros no banco, é rica.
numa "visão por cima"... a coisa complica-se.
se alguém se intitula "rico", haverão sempre vários patamares de gargalhadas, com diversos graus de intensidade.
(e havendo pessoas com ordenados mensais de 85.000 euros... isso é compreensível)

digamos que não me encontrará nunca na famosa lista dos "100 mais"... eheheh



«Também ficou claro que não tem falta de mulheres que parecem ser bem boas.»

efectivamente... não tenho "falta"...
ainda que não goste muito dessa expressão.
faz-me sempre lembrar alguém que não tem falta de yogurtes... que vai ao frigorífico buscar um sempre que queira... que quando acabam, vai ao hiper mais próximo buscar mais e tal...
mas pronto... adiante.

o serem "bem boas" é que... já será bem subjectivo.
para mim, são-no !... sem duvida alguma.
mas acredite, não é coisa consensual...



«Porem se em Portugal a maior parte dos divorciados mesmo tipos novos tem dificuldade em arranjar sexo com facilidade [...]»

diria que... na maioria dos casos de "dificuldade em terem sexo com facilidade", o estado civil não tem qualquer influência.
(e muito provavelmente... muito menos a idade)
pois se se lêem estatísticas em que até mesmo os "casados" referem essa dificuldade... (!?)... já não se sabe muito o que se pensar... certo ?

na minha opinião... qualquer dificuldade em ter sexo (o "com facilidade" é coisa dúbia) tem a haver com a mentalidade com que se encara  o mesmo.
( a mentalidade e... onde, como, com quem se o procura, etc)
e isto... é referente a ambos os sexos.

na verdade... sentir-me-ia extremamente "pobre" se tivesse de utilizar a minha "riqueza" para esse efeito !
ou aceitasse sexo pelo tamanho do... ... saldo de conta.

eu e as pessoas que têm sexo comigo... temos sensivelmente a mesma forma de o encarar, orbitamos mais ou menos o mesmo meio e... não há mistério de maior nisso.




( * )


«[...] como é que pode achar que todo o sexo que arranja não tem nada a ver com o dinheiro que tem ? »

bom...
que eu use a "minha riqueza" como contrapartida para conseguir sexo... apenas posso afirmar que não o faço !

ainda possuo (felizmente) outros argumentos para além dos "sinais exteriores de riqueza" que me levam a água ao moinho.
(sinais esses que, nem são propriamente ostentados, mas pronto...)

do contrário... para o fazerem sem que me aperceba... terão que desempenhar um papel digno de um "óscar", pois não aprecio a companhia desse género de pessoas (nem mesmo fora do âmbito sexual) e qualquer tipo de bajulamento motivado por essa razão tem o condão de fazer decrescer a minha consideração por quem quer que seja !
(assim como me faz perder a tusa...)

não vou dizer que já não me aconteceu.
já me aconteceu, é verdade... mas contam-se as vezes pelos dedos de uma mão, sobram dedos e a coisa não foi muito longe !...
além de que... já lá vai bastante tempo desde a última vez.
(o papel não estava, portanto, bem desempenhado...)

creio que me tornei o suficientemente sensível para me aperceber dessas intenções e é "esquema" que não resiste ao tempo.
portanto... como perceberá, não encontro qualquer razão para desconfiar disso nas relações que mantenho.




( * )


há coisas, aqui, a separar...
todo e qualquer homem tenta fazer algo com vista a agradar, ou mesmo impressionar, uma mulher... desde a tradicional flor a uma viagem algures, passando por dançar para ela no meio do parque.
nós gostamos de fazer isso e... todas elas gostam que nós o façamos e... que diabos, é um sal (ou açúcar) da vida.
desmentir isto é algo... inglório.

porém... tal coisa não está forçosamente (ou nada mesmo) dependente do recheio da carteira !
já vi gestos incríveis que nada cu$tam... e não raras vezes, são os mais belos.

há um relativo mito em volta da situação... ainda que seja óbvio que, há situações em que se despende dinheiro, é claro... mas não vamos ser cínicos (como antigamente) e considerar por isso que todas as relações se baseiam numa mera "troca de dinheiros ou bens".
(então... só teremos amigos porque lhes pagamos cervejas é ?!?...)
isso é, também, uma cretinice !...

afora isto... pois é evidente que há mulheres que até para uma foda fazem "selecção económica"... assim como há homens que ostentam a "massa" como meio para atingirem o mesmo.
isto não é propriamente uma "novidade" !
e aliás... o vice-versa disso é cada vez mais visível também...

há locais onde este tipo de pessoas abundam (ou diria melhor, este tipo de mentalidades) mas... sinceramente, não os frequento, nem faço questão de vir a frequentar.

--- / ---


( * ) fotos :

tudo indica que estas duas fotos, muito divulgadas na net, não são brincadeiras de "lookalike", que foram efectivamente publicadas em alguma imprensa exclusivista e estão ainda em discussão nos tribunais - de qualquer forma... enquadram-se no tema do artigo, tanto na oferta quanto na procura de "sexo luxuoso", chamemos-lhe assim.




sinto-me: lesto... vou fazer uma caminha
música: Homeward Bound - (Simon & Garfunkel)

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 37 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.tags

. todas as tags

.ESCOLHIDOS

. Alguma vez amaste uma mul...

. Trintonas e boas!

. Destinatário Ausente (Ree...

. O perfil masculino ideal ...

. Deixem as crianças em paz...

. raríssimas

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

SAPO Blogs

.subscrever feeds