Segunda-feira, 16 de Julho de 2007

você tem email - (simplesmente Maria)



olá Maria - agradeço o segundo mail.
peço desculpa por ainda não te ter respondido às questões do primeiro mail.
o tempo anda curto - há muita coisa que gostava de escrever.
além disso, tento ir respondendo por ordem de entrada dos mails.




respostas para alguém que assina
Maria (Simplesmente)







Com que frequência fazes essas tuas ménages a trois ?

não tenho exactamente uma "frequência" Maria.
tem tudo bastante a ver com a vontade e a disponibilidade dos casais.
e mesmo eles... nem todos têm algo a que se possa chamar uma frequência estipulada  (pelo menos, aqueles que conheço).
contudo, nos últimos três anos, talvez que três vezes por mês.
talvez seja um número aproximado.
(nunca "apontei" esse tipo de coisa, lol lol lol)

no entanto : certa vez conheci um casal que dizia fazer duas menages por semana (mas só estive com eles uma vez).

Tens casais certos para as fazeres ou preferes ir variando ?

a princípio, variava bastante.
(conforme respondia ou me respondiam a anúncios)
mas desde cedo comecei a preferir procurar casais certos.
se recuares no blog, poderás ler o "dedico".
não significa isso que rejeite variar - aconteceu até recentemente.
apenas que prefiro a menage com pessoas que já conheço minimamente, a quem já conheço melhor as preferências, os ritmos, quando começa a surgir uma certa cumplicidade mútua - até por quem já nutro uma amizade.
a qualidade da menage depende muito disso.





(Se tens) E esses casais fazem-nas também com outros homens? Ou só contigo ?

não é o género de pergunta que coloque às pessoas.
deixo ao seu critério pessoal, dizerem-mo ou não.
pode ser algo bastante particular em que não interfiro.
(a mim, fazem-ma com frequência e nunca menti acerca disso)
já aconteceu perceber que haviam outras pessoas...
já aconteceram até alguns envolvimentos com um terceiro homem...

mas se o que pretendes saber é : se me importo que isso suceda...
não! - não faço questão em ser o "único", nem sou ciumento com isso.
(sim, sim... há quem tenha ciúmes, é verdade... lol lol)
no entanto - alguns casais garantem-me que sou o único com quem se envolvem e só tenho que acreditar em tal.

Em média quanto tempo pode demorar uma ménage a trois ?

aí está outra coisa que nunca "apontei" - lol lol lol.
por vezes reparamos nisso mas... não acho que seja importante.
posso dizer que a última (no miradouro), deverá ter durado uns 30 ou 40 minutos.
(a maior parte do tempo nos preliminares com ela, a procurar que se descontraísse)
numa outra altura porém, num "fim de semana sexual" (uffff - lol),  entre vários períodos, com um casal já bastante meu conhecido - tivemos umas cinco horas praticamente ininterruptas.

no entanto - não podes estabelecer um paralelo entre menages e mano-a-mano.
numa menage "esticam-se" as coisas - procura-se até isso mesmo.
dois homens a darem prazer a uma mulher, vão alternando e mudando.
há avanços e recuos, pequenas paragens, jogos diversos.
tudo isso vai-se desenrolando e não se pensa em "horas".
isto... se se pretende uma menage no seu sentido mais interessante.
(pode-se ali chegar e rás-pás-trás-já-estás - cada um, faz o que gosta)
no mano-a-mano não há tanta margem de manobra.

(bom... há homens que dizem fornicar 6 horas sem parar... (okay!!!)  eu não consigo)





Para fazer a penetração dupla não é necessário que os homens tenham pénis grandes ?

não!
isso é um mito!
não convém que sejam extremamente "pequenininhos", claro...
mas as dêpês com GRANDES paus é uma imagem transmitida pelos vídeos pornográficos (até mesmo por necessidades de filmagem - para se ver bem e tal...).
há determinadas posições de dêpê que não serão muito fáceis para homens com pénis médio - mas a mais clássica (um homem deitado de costas, ela montada nele de frente e o segundo homem a fazer anal) é acessível a qualquer homem, mesmo com um pénis pequeno - e a mulher também tem um papel importante nisso (como se coloca, se se mexe e como o faz, etc).
lembro-me até de um anúncio de um casal que procurava um homem com um pénis mais pequeno para fazer a parte anal, por exemplo.

É verdade que se faz penetração dupla vaginal e anal ?

sim, fazem-se.
mas como deves calcular - dependerá um pouco (ou bastante) da experiência dos participantes - pois alguma cautela é aconselhável.
nem toda a gente gosta ou pensou sequer em fazê-la, como é evidente.
há mulheres que a receiam - há homens que não aceitam - é conforme.
dêpê vaginal já experimentei - anal é que não.





A mulher não fica extenuada após uma ménage a trois ?


bem...... sim, acontece com frequência, lol lol lol.
além de ser algo compreensível... é algo que se pretende,
que tem muita carga psicológica - erótica.
e que as próprias... praticamente sempre (lol)... não se importam nada de sentirem!
(nadinha mesmo)  lol lol lol
mas olha que... às vezes... acontece o contrário!...
e "a gente" também não se chateia nada

No calor da excitação a ménage não pode ser perigosa para a mulher ?

hum, não creio - pelo menos, não mais que num mano-a-mano.
lá haverão as excepções que requerem cautela,
como já falei - nas dêpês vaginais ou anais.
de resto, nunca me aconteceu percalço algum.
nem tenho conhecimento de algo grave que tenha sucedido numa menage.
(mas, por alguma razão se desaconselha a menage, por exemplo, de uma mulher com dois homens completamente estranhos para ela - que talvez possa levar a abusos ou descuidos negligentes - certo?)





Ménage a trois com duas mulheres, já fizeste ? Não é mais difícil para o homem ?

sim, já experimentei.
adorei, delirei e outras coisas acabadas em "ei",
(que agora não me lembrei)
mas a segunda parte da tua pergunta é interessante - lol lol
porque será "mais difícil" para o homem?!
difícil de se aguentar com o trato que duas mulheres lhe dão ao mesmo tempo?
ou... difícil de tratar de duas mulheres ao mesmo tempo?

por enquanto... vou deixar isto assim - no ar, a pairar.
talvez se fale disto nos comentários.
talvez o meu próximo artigo seja sobre a minha primeira experiência.
(já com alguns aninhos...)



sinto-me: atarefado
música: Space Truckin - (Deep Purple)

tortura sexual






há minutos atrás recebi a seguinte sms :


Quero que vejas a minha cara de prazer quando estiver entalada entre vocês dois, a ser possuída pelos dois. Quero sentir-me toda cheia. Mas agora quero que durmas bem. Jinhos


não conheço o número.
liguei logo a seguir mas ...... estava desligado.
a esta hora ...... resta-me tentar "dormir bem".
o que é difícil com esta imagem em mente
e com o tesão com que fiquei.

a isto chama-se
 "tortura sexual"
e devia ser proibida pela O.N.U.


sacanas
( não se faz, pá...)



falem-me de torturas sexuais que já vos tenham infligido, por favor.
pelo menos, para não me sentir a única vítima neste mundo tão cruel
e a esta hora tão tardia.




sinto-me: totalmente torturado
música: Find My Baby - (Moby)

Domingo, 1 de Julho de 2007

cena marada / nº2



já tinha este artigo na calha para aqui colocar.
para além disso - uma das questões colocadas
pelos Um Casal  vem precisamente ao encontro
daquilo que vou relatar.






após várias trocas de mails e de conversas no chat do site
convidaram-me para um café e dois dedos de conversa
cheguei um pouco antes da hora - eles bastante depois dela
conversámos
ou melhor - conversámos, eu e ele

ele - era exuberante acerca das fantasias que queriam realizar
ela - sempre calada, muita vez olhando noutra direcção
decorreu quase uma hora
segundo ele - desejavam experimentar imensas coisas
umas tradicionais, outras mais recentes, inovar até
o silêncio dela - contudo - incomodava-me, constrangia-me

o tempo acabava-se
trocámos números de telemóvel - outro encontro havíamos de ter
okay, óptimo, tudo bem

levantou-se ele para ir pagar a conta
ficámos eu e ela, no mesmo silêncio, pesado
não me contive e perguntei :
- você não está muito entusiasmada com isto, pois não?

deu-me um sorriso tímido - baixou os olhos
depois respondeu apenas:
- isto são tudo fantasias dele, está sempre a falar nestas coisas, eu não desejo nada disto!

calou-se - lançou-me um olhar que entendi
ele voltava à mesa - efusivo como durante o tempo todo
eu nunca observaria nada - não faz parte do meu feitio
de qualquer forma, faria o que o olhar dela me pedira
(ia dar no mesmo)
nada comentei, nada perguntei

fiquei aliviado por ter terminado o encontro
queria ir-me embora dali

º
telefonou-me ele, tempos depois
pensei dizer-lhe o que pensava - diria que me havia apercebido
(não que ela mo havia dito - não sei que reacções haveriam a isso)
mas não o fiz
disse que andava sem tempo e um pouco adoentado

a ela - teria gostado de lhe perguntar porque permitia aquilo
a ele - que aquilo não era correcto, que não é bom para ninguém
(talvez tenham encontrado um tipo que não se importe com isto - não sei)


---<|>---

há homens que realmente forçam as companheiras às suas fantasias

outros apenas as têm e as companheiras alinham porque acham isso uma prova de amor

há mulheres que, para não admitirem que gostam deste tipo de experiências, alegam que são taras do companheiro a que foram forçadas

já aconteceu até, encontrar uma situação em que esse "forçar do companheiro" era um teatro, um jogo, um fétiche que o casal tinha

por vezes é difícil discernir se há alguma destas situações envolvidas
outras vezes não - são perceptíveis

quando a mulher está no mesmo nível de interesse pela menage que o companheiro, isso torna-se bastante notório (mesmo que esteja nervosa)!

por mim - quando não percebo o mesmo empenho a ambos, redobro a minha observação dos sinais, dos pequenos deslizes, dos olhares, das lnguagens corporais

poderão dizer-me : - és parvo, outro haverá que não se importará com isso.
okay ...... nada tenho a ver com "outros", cada um tem a sua postura
a minha é esta

uma menage não é uma coisa que se force alguém a fazer
e não estou minimamente interessado
em pactuar numa coisa assim




sinto-me:
música: Sexo - (Pedro Abrunhosa & Bandemónio)

Quinta-feira, 28 de Junho de 2007

menage-a-trois (1)




uma mulher + dois homens
um pequeno inquérito - um pequeno desafio





exclusivamente para quem se imagine num menage de dois homens com uma mulher.
noutra ocasião - colocarei um semelhante para um homem/duas mulheres



1 - companheiro/a

o que imaginas inclui o teu companheiro ou companheira actual? porquê?

2 - parceiro/s

quais seriam os parceiros ideais ?
ex: o namorado e um amigo dele, um casal desconhecido, etc.

3 - antecedentes

que conhecimento ou convívio antecedente ao menage consideras que seria necessário?
ex: um conhecimento de longa data, acontecimento fortuito, anúncio, etc.

4 - preparação

que situações consideras preparatórias para levar à descontracção para o menage?
ex: um jantar antes, ir a uma discoteca, um passeio, um fim de semana, etc.

5 - físico

que aspecto físico seria o dos participantes?
ex: musculados, mais velhos/novos, raças, etc.

6 - intelecto

idém para o aspecto intelectual.
ex: cultos, divertidos, formais, etc.

7 - local

onde gostarias que decorresse o menage?
ex: tua/vossa casa, casa do terceiro elemento, motel, praia deserta, etc.

8 - restrições

imaginas ou ocorrem-te restrições que colocarias?
(há quem as coloque) ex: não haver beijos, não usar linguagem grosseira, só sexo oral com o terceiro elemento, etc.

9 - ambiente

que ambiência imaginas no quarto ou sala?
ex: pouca ou muita luz, que tipo de música, velas, video porno, etc.

10 - início

como imaginarias começar?
ex: começar primeiro com o/a companheiro, logo os três juntos, o companheiro apenas primeiro a ver (watching - peeping), etc.

11 - práticas

quais as três práticas que a menage possibilita e que mais te excitam?
colocar por ordem de importância.

12 - final

como imaginas a finalização do menage?
ex: sair para diversão, ficar a conversar, o terceiro elemento apenas sair, etc.



quem desejar responder
pode fazer copy/past do primeiro comentário que coloquei e preenchê-lo.
mas podem comentar de outra forma, obviamente.
divirtam-se

Quinta-feira, 21 de Junho de 2007

bissexual




hoje em dia - já se fala bastante abertamente em bissexualidade.
há apenas 15 anos - era diferente.
de bissexualidade MASCULINA - note-se
(da feminina sempre se falou)

hoje em dia - muitos casais e mesmo homens singles, referem essa curiosidade, ou desejo, ou opção, etc - em perfis, blogues ou anúncios.





no longínquo (lol lol) 1992 - dava-me com um casal espectacular do Algarve.
era vendedor - andava na estrada - visitava-os tão amiúde quanto eles o desejavam.
ele, alto e magro - ela, baixa e para o "cheínho" - mas ambos um tesão.
eram muito divertidos e acima de tudo muito sinceros.

poucos homens que conheço serão tão potentes como aquele tipo.
era capaz de estar a comê-la horas a fio - a sério.
eu - não sendo assim tão dotado de potência - enquanto ele a comia, deliciava-me a fazer toda a sorte de "maldades" a ela (e ela a mim, claro).

uma vez aconteceu estarmos a fazer um 69 - eu por debaixo, ela por cima - veio ele e enfiou-lhe a piça na rata.
eu, apanhado de surpresa, fiquei a ver a foda - enquanto ela mo chupava todo.
mas não resisti àquele grelo tão gostoso (ui se era) e voltei a lambê-lo enquanto ele continuava a comê-la.

foi então que dei uma boa lambidela em ambos.
ele não se queixou - mas retraiu-se um pouco.
na dúvida - se ele se retraíra por inibição ou prazer -não o repeti.
não queria "estragar" nada.
aquilo passou-se - não se tocou no assunto.

»

tempos depois - volto a estar com eles.
almoçámos juntos - fomos beber café noutro local, numa esplanada.
ele não estava à mesa - ela vira-se e pergunta-me se pode ser um pouco mais ousada.
(que não queria que a levasse a mal, não queria comprometer nada, etc)
que perguntasse o que quisesse - sosseguei-a.

gostavas de mamar o "A" ?

ri-me - lembrei-me logo da tal cena.
respondi-lhe que sim - que nunca tinha experimentado, mas sempre fora curioso acerca disso.
e que tinha gostado daquilo que acontecera da última vez.

mas ele não sabe se consegue fazer o mesmo a ti.  não queremos que te sintas abusado com isto.

agradeci a franqueza - garanti-lhe que não havia problema.
- e tu? que sentes acerca disso? - perguntei-lhe.
meio ruborizada, soltando risadinhas, disse:

fico toda húmida só de imaginar.  gostava de ver.






já estávamos na brincadeira há um bom bocado e ...... nada.
"A" não se decidia - provoquei eu a situação.
num momento em que trocávamos de posições - em que ela o ia brochar e eu comê-la - fiquei ao lado dela e brochámo-lo juntos.

depois ela recostou-se.
apenas a ver e a masturbar-se.
ultrapassada uma certa "estranheza" inicial - que nunca foi nojo nem nada semelhante - comecei a gostar e apliquei-me.
"A" também ultrapassou algo - pois a princípio ora perdia alguma erecção, ora a recuperava.
depois - tudo partiu à desfilada para o excitante.

mamei aquela verga bem rija de todas as formas de que me lembrei - sempre num tesão crescente.
"A" - que como disse, era potente - esteve por duas vezes à beira de se vir.
ela - masturbava-se e acariciava-se com tal frenezim que parecia estar a ser possuída por vários seres invisíveis.
cada coisa - juntando mais tesão à outra.

quando "A" se resolveu a fazer um 69 comigo então ...... ela ficou totalmente "possessa" e pouco depois vinha-se intensamente.

não lhe demos descanso algum e logo de seguida fizemos-lhe uma dêpê inesquecível.
a mulher transformou-se num demónio que nos exigiu e nos sugou todas as forças que nos restavam.



foi a minha estreia na bissexualidade.
(creio bem que também a de "A")
com eles - tornou-se mais uma prática a aumentar a nossa intensa cumplicidade no menage.


---< tenho saudades - ainda que vos saiba "bem" aí por essa segunda pátria >---
sinto-me:

Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

a boleia ... menage-a-trois





liguei-lhes à hora combinada
queremos fazer uma loucura - disse-me ela
esperei na rua que me indicou
chegou o carro - ele no volante, ela atrás, a sorrir
< esse decote, essas mamas, fico doido >
arrancámos - a conversa era provocadora
fomos por uma estrada escura, sem outros carros
ela tirou-mo para fora e chupou-mo
ele espreitava pelo retrovisor
passaram minutos de agonia com aquela boca a tratar-me o pau
ele conduzia e espreitava - eu louco, ela gulosa
< engole todo, engole >
por quatro vezes estive quase a verter-me - aguentei
ele enfiou o carro por uma estrada florestal
preservativo metido num instante
e já ela me montava - gemendo e rosnando
ele espreitava, apalpava-lhe as nalgas, dava-lhes palmadas
< pula minha linda, pula pra eu ver >
saiu, abriu a nossa porta
rodei com ela enganchada, pernas para fora do carro
senti o pau rijo dele roçar-se em nós
de repente ela gritou alto
senti o pau dele abrir caminho no outro buraco
< adoras uma boa dupla, não é? >
isso mesmo... assim, vá... goza minha linda
º
º
ela ficou louca e deu conta de nós


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 37 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.a vingança dos ursinhos...

.piaçaba

badge

.tags

. todas as tags

.ESCOLHIDOS

. Alguma vez amaste uma mul...

. Trintonas e boas!

. Destinatário Ausente (Ree...

. O perfil masculino ideal ...

. Deixem as crianças em paz...

. raríssimas

.links

.já tiveram uma trip

contador de visitas
contador de visitas

.em trip neste momento

online

.olha as horas !!!

relojes web gratis

.petição contra encerramento do Hospital Dona Estefânia

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

SAPO Blogs

.subscrever feeds